Influência do Tax Management e Tax Aggressiveness na Qualidade da Previsão do Lucro das Companhias Abertas Brasileiras

Palavras-chave: Tax Management, Tax Aggressiveness, Qualidade da previsão dos analistas

Resumo

O estudo analisa a influência das informações tributárias sobre o lucro na qualidade da previsão do lucro por ação por analistas financeiros. Os dados foram coletados no sistema I/B/E/S de 1999 a 2014 de 651 companhias. A pesquisa utilizou dados em painel de efeito fixo e aleatório, o tamanho da amostra varia de acordo com o tipo de painel. O resultado indica que a taxa efetiva de tributação (ETR) está abaixo da taxa definida pelo IRPJ, sugerindo a presença de tax management. Aproximadamente em 96% dos casos o lucro contábil é maior do que o lucro tributável sugerindo tax aggressiviness, o que reduz a qualidade informacional. O erro e a acurácia da previsão do LPA sofreram influência das informações tributárias sobre o lucro, com base nas diversas métricas tributárias utilizadas na pesquisa, na qual sugerem que os gestores têm incentivos à tax aggressiveness e as firmas manipulam os lucros contábeis para cima e/ou o lucro tributável para baixo, gerando BTD positiva. Visto, que as ETRs do primeiro, segundo e terceiro trimestre são maiores do que as do quarto, sugere que os gestores gerenciam as informações tributárias trimestrais para cima e descarregam no quarto trimestre provocando maior tax aggressiveness no período.

 

Publicado
2020-06-28
Seção
Artigos Científicos